Posts Recentes

Investir em autoconhecimento também é empoderamento

 

Palavras como autoconhecimento, empoderamento e autoestima ganham cada vez mais espaço em textos, ilustrações, legendas de fotos e outras manifestações que abordam a vivência feminina. Mas, qual a relação entre tudo isso?

 

Falamos muito sobre a importância de se conhecer melhor e se empoderar, mas pouco nos aprofundamos para refletir quais são as relações entre esses termos e a nossa própria experiência sobre o que é ser mulher. Será que autoconhecimento e autoestima são a mesma coisa? Como alcançar o empoderamento? E quanto tempo levo para conseguir tudo isso?

Os questionamentos são bastante válidos e primeiro passo para começar a respondê-los é parar, respirar e entender que tudo é um processo. Muitas vezes, queremos respostas prontas e um passo a passo para seguir, mas quando falamos sobre experiências tão pessoais, isso não existe.

Comentamos sobre algumas dicas que você pode adotar no seu dia a dia para trabalhar a autoestima, agora é hora de olhar para dentro e entrar em uma jornada de autoconhecimento para se empoderar.

 

Como praticar o autoconhecimento?

 

O autoconhecimento nada mais é do que olhar para dentro de si em um trabalho de resgate da sua essência, refletindo para entender de onde vem suas motivações, desejos e porque você está seguindo determinado caminho. Esse olhar para si é também uma forma de redescobrir os pontos positivos e forças que estão dentro de nós, na intenção de transformar nossas limitações e ressignificar fraquezas.

 

Claro, isso não é simples, muito menos fácil. Principalmente porque ter essa conversa com você mesma pode significar entrar em contato com questões que estavam esquecidas por diversos motivos. Apesar de dolorido, é algo extremamente enriquecedor para o seu crescimento e mais um passo na caminhada da autoestima. Afinal, quando nos conhecemos melhor, melhoramos a relação que temos com nós mesmas – seja no que diz respeito à aparência ou outras questões, como vida profissional, por exemplo.

 

Existem diferentes formas de trabalhar o autoconhecimento. Você pode revistar fotos e memórias antigas, se reconectando com aquela criança ou adolescente que estava adormecida em você (ela tem muito a te ensinar!). Também pode colocar no papel situações que marcar a sua trajetória, pensando sobre como tudo isso reflete atualmente na sua vida. A partir disso, entender esses pontos como ferramentas para melhorar a sua autoestima.

 

Autoconhecimento, autoestima e empoderamento

 

E tudo isso está ligado ao empoderamento. Existe uma ampla discussão sobre o que esse termo significa, principalmente porque atualmente é algo bastante atrelado ao consumo. No entanto, a ideia aqui é olhar para além das conquistas materiais e pensar no empoderamento como um processo de emancipação.

 

Olhar para si e perceber suas potencialidades é uma forma de dar poder a você mesma, ou seja, empoderar-se. É entender que está nas suas mãos o poder de se amar, se aceitar e  buscar quais são os melhores caminhos para seguir, independente de opiniões alheias.

Falando dessa forma parece um processo linear, mas é importante entender que não é. Durante esse caminho você vai sim passar por frustrações, se comparar com outras mulheres e ter momentos de baixa autoestima. O importante é não se cobrar tanto e celebrar as conquistas diárias.

 

Romper com padrões e buscar aquilo que nos identificamos é um grande passo. Seja mudando a aparência, tirando um projeto do papel, mudando de trabalho ou repensando um relacionamento que não vai bem. E essas conquistas refletem não apenas no seu empoderamento, mas quando estamos bem com nós mesmas, isso reverbera de forma positiva por onde passamos.

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Please reload

Procurar por tags

ensaio sensual

Naked fotografia

© 2018 Naked Fotografia