Posts Recentes

Como ter uma relação mais gentil com o próprio corpo?

 

 De que forma você enxerga o seu corpo? Olha para ele com carinho e cuidado ou só consegue perceber as “imperfeições”? Você está satisfeita ou insatisfeita com ele? Parar e pensar sobre essas questões é o primeiro passo para mudar a forma como você lida com a imagem que vê no espelho.

Não se culpe se essa relação não vai bem. Nós vivemos em uma sociedade que cobra não apenas das mulheres, mas de todos, um padrão de beleza impossível de alcançar. Querem que as pessoas tenham um corpo magro, branco e sem nenhuma marca. Sem estrias, celulites ou curvas. É a chamada pressão estética, que vai deixando as pessoas cada vez mais insatisfeitas com o corpo, chegando até a adoecer.

 

 

Mas, como mudar isso? De que forma “virar a chavinha” e passar a gostar mais de quem você é? De acordo com Vanessa Tomasini, psicóloga clínica e criadora do projeto “Você tem fome de quê?” – que propõe reavaliar a relação das pessoas com seus corpos e a comida -, o primeiro passo é entender porque esse corpo não te agrada.

 

 

“Depois, caso você queira fazer uma modificação nesse corpo, pense: para quê você quer essa modificação? O que ela vai te trazer se melhor?”, questiona a profissional. Pensar sobre isso é importante, já que, muitas vezes, normatiza-se a felicidade por um corpo magro. Acredita-se que basta ser magra para ser feliz, bem sucedida, com um casamento bom… Mas isso não é verdade.

Após desconstruir essa ideia, é hora de olhar para o corpo com carinho e respeitar a forma que ele tem no presente. É preciso ter uma relação mais gentil com ele. “Entender que essa gentileza com o corpo é no dia a dia, é no olhar com você mesma e no olhar com outras mulheres”, fala Vanessa. Afinal, quanto mais eu julgo o corpo de outras mulheres, mais eu julgo o meu próprio corpo. “Nós só vamos mudar isso quando nós mulheres mudarmos o nosso olhar sobre nós mesmas”, diz a psicóloga.

 

 

Projeto “Mulheres mais gentis”

 

Para ajudar as mulheres nessa jornada, Vanessa criou em parceria com as nutricionistas Marcela Kotait e Camila Estima o projeto “Mulheres mais gentis”, onde elas discutem em um evento a respeito do que é ser gentil com o próprio corpo, com a alimentação e com o corpo de outra mulher. “Cada vez mais nós temos esse automonitoramento entre as próprias mulheres”, fala.

Para isso, elas fazem um resgate histórico, explicando como surgiram os padrões pré-estabelecidos e como as mulheres reagem a esses padrões, além de falar sobre como elas estão cada vez mais tentando se inserir nessa ideia de que existe um único corpo possível. O objetivo é perceber que, mesmo que seu corpo não lhe agrade tanto, é possível olhar para ele com gentileza, entendo suas marcas e a forma como ele funciona.

Vanessa comenta que a ideia é também perceber que ter esse ódio e repulsa ao corpo nos afasta cada vez mais de uma vivência do hoje. “Estamos sempre pensando no peso que já tivemos ou no peso que vamos chegar quando emagrecemos. Ignoramos o aqui e o agora”, fala. O projeto também vem para ajudar a lidar com o próprio corpo, importante da forma que ele tem. Para conhecer mais o trabalho de Vanessa, você pode seguir ela no Instagram (@tomasini_vanessa) e acompanhar mais conteúdos sobre o tema.

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Please reload

Procurar por tags

ensaio sensual

Naked fotografia

© 2018 Naked Fotografia